logo-beeon-agencia-de-marketing-digital

Ainda vale a pena ter um blog?

Por Aricia Faria 17/07/2020
Compartilhe
"O Blog se tornou ultrapassado". Será?
 
Bem, já sabemos que o blog é um meio de gerar conteúdos mais detalhados na internet, sobre qualquer assunto. Ele surgiu no início da década de 1990 e, antes da existência do twitter, stories - plataformas de conteúdo mais rápido - o blog era a ferramenta mais utilizada para se expressar na internet.
 
De início, a maioria das pessoas o utilizava como um diário virtual, ou seja, os primeiros textos publicados no blog eram de cunho pessoal, com desabafos, histórias e opiniões sobre as mais diversas coisas. 
 
Mas isso começou a mudar a partir dos anos 2000, quando as empresas notaram o leque de oportunidades que o blog proporcionava para os negócios e a partir de então começaram a utilizá-lo como instrumento comercial, para falar de seus produtos e serviços.
 
Muitos anos se passaram desde a sua criação e, devido ao seu tempo na internet e às plataformas imediatistas que surgiram nos últimos anos, muitas pessoas podem pensar que o blog se tornou ultrapassado. 
 
Se você também pensa dessa forma, saiba que é um equívoco. Afinal, é 2020 e você está lendo este blogpost!
 
Atualmente, o blog é uma das ferramentas mais utilizada pelo marketing digital. E é um excelente canal para você gerar um relacionamento com o cliente e mais tráfegos para o seu site.
 
Ainda não está convencido?
 
Então veja mais 5 pontos que comprovam que o blog ainda é altamente relevante para as empresas.
 
1. Para se tornar referência no mercado
Quando você escreve sobre a sua área de atuação, você demonstra para as pessoas que entende do que está falando. E essa atitude te faz ganhar mais credibilidade no mercado, já que você vai além da oferta do produto/serviço, agregando conhecimento aos seus consumidores.
 
Essa é uma maneira muito eficaz de ser visto como referência e de também ganhar alguns pontos com a concorrência. E falar sobre a sua empresa, não significa dizer os segredos de seu sucesso, mas se portar como perito em seu segmento. Afinal de contas, é mais fácil se interessar por marcar que tem o que dizer sobre si, do que aquelas que permanecem em silêncio.
 
2. Para gerar tráfego e aparecer no Google
Quantas pesquisas no Google você fez hoje? Muitas, né? E milhares de outros internautas pesquisaram e continuam pesquisando sobre absolutamente tudo.
 
E certamente, em algum momento, elas irão pesquisar por algo que a sua empresa oferece. E ter um blog facilita neste ranqueamento, porque você acaba criando mais conteúdo e tem mais páginas para aparecer. 
 
3. Para educar o seu público
A educação aqui, não é necessariamente no sentido de escola, universidade. Mas no sentido de despertar em seu público-alvo o interesse pela sua empresa. 
 
Por exemplo: um e-commerce pode começar a divulgar dicas sobre como utilizar o produto e conteúdos relacionados ao segmento. E com isso ganhar a atenção de seus consumidores, que ficarão mais adeptos à compra depois de ler conteúdos que falam sobre seu problema/dor.
 
Lembre-se: sempre dá para falar sobre o seu mercado sem necessariamente citar o seu produto/serviço.
 
Ah, mas isso não significa que você não pode citá-los. O ponto aqui é mostrar para a seu público qual é a sua proposta de valor, o que você oferece, o que você sabe.
 
4. Para facilitar o processo de vendas
O blog pode ajudar muito no faturamento das empresas. E isso não significa colocar produto/serviço à venda nele. Significa colocar o conteúdo como fator de decisão de compra. 
 
Mas como assim? Nós explicamos!
 
Quando você está em dúvida entre um produto e outro, qual é o seu critério de escolha? Certamente você escolhe aquele que possui mais informações. E tais informações podem ser encontradas em seu blog. 
 
E detalhe! A pessoa lê o seu blog, pode não realizar compras da sua empresa na primeira leitura, mas, futuramente, se ela precisar de algo de sua atuação, de quem ela se lembrará? 
 
5. Para ter resultados permanentes
As publicações de um blog devem ter periodicidade. Pois, para que seu conteúdo se torne memorável, é preciso ter consistência. Isso pode ser uma vez por dia, por semana, a cada 15 dias... Enfim, defina o tempo que faz sentido para o seu negócio. 
 
Mas vamos supor que você precisa dar um tempo do blog. Ainda assim, os conteúdos já publicados permanecerão lá para aqueles que ainda não leram ou pretendem reler. O que torna essa pausa diferente de campanhas, que dependem dos anúncios para aparecer para os seus consumidores. 
 
Com o blog, você recebe visitas enquanto ele estiver ativo. Ou seja, ele gera leads mesmo quando está abandonado. Isso não significa que é certo manter um blog quando uma empresa não existe mais, mas mostra que ele gera resultados permanentes mesmo que desatualizado.
 
Percebeu que ainda vale sim a pena ter um blog? Continue nos acompanhando para receber informações que fortalecem o seu negócio. 

Veja Também

© 2016 - 2024BeeOn Marketing - Todos os direitos resevados. - Política de Privacidade